Posso comprar consórcio com nome sujo?

Você tem restrição no nome e quer fazer um consórcio? Saiba tudo que pode e não pode nessa situação.

Se você quiser fazer um consórcio de qualquer produto, imóvel, carro, caminhão, moto ou serviço e tem algum tipo de restrição. Se você tem alguma restrição nome você pode sim comprar um consórcio tendo o nome sujo.

Não há nenhuma lei ou regra que impeça as administradoras de fazer venda para os clientes que possuem restrição financeira, cabe as administradoras se querem ou não vender para clientes com nome sujo.

A grande maioria das administradoras de consórcio, aceitam vender cota para quem tem nome sujo pro dois fatores simples, muitos clientes compram consórcio com a intenção de guardar dinheiro, através da obrigatoriedade de pagar o boleto todo mês, elas conseguem ter a disciplina ter uma poupança forçada, mesmo a pessoa tendo uma restrição, ela tem a intenção de guardar mensalmente a quantia paga nas parcelas.

Já outras administradoras preferem não vender cotas para quem tem nome sujo, justamente por que na hora da contemplação, se esse cliente mantiver essa restrição, não irá entregar o bem, sem contar que, o cliente que tem uma restrição financeira, tem muito mais propenso não conseguir dar continuidade em seu consórcio, e ficar inadimplente, e prejudicando a arrecadação do grupo.

Quando o cliente é contemplado, se ele tiver ou continuar tendo a restrição, ele terá que retirar essa restrição, muitas administradoras pediram ainda um avalista, para conseguir retirar o bem que foi contemplado.

Esse mecanismo é uma segurança para administradora garantir o pagamento das parcelas da cota, já que a administradora não pede nenhum tipo de bem alienado.

Quando você é contemplado, a contemplação é sua, porém, você poderá vender sua cota contemplada para outra pessoa, caso não queira ou não pode utilizar o crédito se estiver com o nome sujo.

No momento que não tiver mais restrição no nome, é possível sim utilizar sua carta de crédito, existem também casos de restrição financeira devido casos judiciais, desse modo, vale entrar em contato com a administradora, para ver caso por caso.

Não deixe de fazer um consórcio devido a uma restrição financeira, porém se a dívida for muito alta ou não há avalista, é melhor não fazer o consórcio.

Deixe um comentário